Skip to content

POEM FOR A RAINY DAY

Maio 1, 2013

My home is a lighthouse in the middle of the night.

Come, whoever you may be

at first you’ll be like the stem of a flower
dripping over the carpet

and we will watch you
as the colour of the rain

but immediately, almost immediately
you will feel in yours the warm palms
of our hands

and you will find in the design of our smiles
the translation of the hour.

 

Glória de Sant’Anna in  Desde que o mundo e 32 poemas de intervalo, 1972

Trad. de Frederick G. Williams in Poets of Mozambique, 2006
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: