Skip to content

O TEJO

Abril 30, 2015

( a jangada vai na água
empurrada pela maré

eu quero sair a barra

e no mais distante azul
entregar o timoneiro
que levo morto nos braços

meu rosto branco de sal
de todos os largos mares
em meus olhos afogados)

Glória de Sant’Anna in E Nas Mãos Algumas Flores, (p.26), 2007

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: